sábado, maio 9

Venha conhecer nossa cidade.


Nossa cidade é algo fascinante. Os mistérios que se encobrem pela cortina de fumaça. As vielas, avenidas, o vai-e-vem de carros e gente. Gente. E quanta gente. Temos quarentonas solteiras passeando com seus cachorrinhos recém saídos do banho-e-tosa. Temos senhoras peruas sumindo por entre as janelas de seus carros importados. Temos jovens, muitos e muitos jovens. Jovens ricos, jovens pobres, jovens de classe média. Temos jovens ignorantes, jovens fúteis, jovens interessantes, jovens alternativos, jovens inovadores, jovens criativos, alguns que unem todas essas características. Temos trabalhadores correndo por entre as ruas. Limpando nossas ruas. Às vezes somos um deles. Temos cobradores simpáticos nos nossos ônibus.Temos empresários om seus ternos e seus pagers nervosos falando coisas estranhas aos leigos que os ouvem nas ruas. Temos empresários correndo em nossas pistas nos fins de semana. Nossas pistas são engraçadas, as pessoas só sabem da existência delas quando se vêem gordas e sedentárias naquela quarta-feira à noite, se olhando na frente do espelho após o banho. Então as pessoas vem às nossas pistas, elas correm. Aliás, correr é o que mais se faz por aqui. Correndo, correndo, assim passam nossos dias, nossas vidas, nossa cidade. Nossa cidade é algo fascinante. E olha que eu ainda nem falei dos que não correm, os que não querem correr, e os que não podem correr no nosso rítmo.

2 comentários:

Nane õ/ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.